A ilha de Bali reabriu para turistas estrangeiros de 19 países, incluindo Portugal, pela primeira vez em mais de um ano devido à pandemia.

O aeroporto de Bali receberá visitantes que atendam aos critérios da Organização Mundial da Saúde (OMS), disse Luhut Binsar Pandjaitan, o ministro do governo indonésio, que lidera a resposta à covid-19 em Java e Bali, num comunicado publicado na noite de quarta-feira.

Pandjaitan disse que todos os passageiros de voos internacionais devem apresentar prova da vacinação completa contra a covid-19 ou teste negativo na chegada à Bali e passar por uma quarentena de cinco dias em hotéis designados pelas autoridades e por conta dos visitantes.

Os visitantes também terão de seguir regras rígidas em hotéis, restaurantes e praias.

Os 19 países que agora podem visitar as ilhas de Bali e Riau são, além de Portugal, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Nova Zelândia, Kuwait, Bahrein, Qatar, China, Índia, Japão, Coreia do Sul, Liechtenstein, Itália, França, Espanha, Suécia, Polónia, Hungria e Noruega.

O presidente indonésio, Joko Widodo, referiu que a decisão de reabrir foi devido à alta taxa de vacinação em Bali, que atinge já 80% da população da ilha.

O número de casos na Indonésia também diminuiu consideravelmente, registando cerca de 1.000 casos por dia na semana passada, após um pico de cerca de 56.000 por dia em julho.

No geral, 59,4 milhões dos 270 milhões de indonésios estão totalmente vacinados e outros 43,2 milhões já receberam a primeira dose da vacina.

/ CM