Nas últimas 24 horas, França registou mais 44 mortes por Covid-19, totalizando 29.065 óbitos. Do total de vítimas mortais, 18.715 perderam a vida enquanto estavam hospitalizadas.

O número de óbitos fora das unidades de saúde não é revisto desde terça-feira e vai permanecer inalterado até dia nove junho, quando está prevista nova atualização.

Há ainda a registar o internamento de 195 doentes infetados pelo novo coronavírus, nas últimas 24 horas. Até ao momento, há 13,101 hospitalizadas com Covid-19 em território francês. Destes, 1.163 encontram-se internados nos cuidados intensivos, mais 23 desde a última atualização.

Ainda assim o balanço do número de casos que se mantém hospitalizados é negativo. Há menos 47 pacientes com Covid-19 nas unidades de saúde francesas.

Dos pacientes que se encontram nos hospitais franceses, 75% é proveniente das regiões de Île-de-France, Grand-Est, Auvergne-Rhône-Alpes e Hauts-de-France.

Desde o início da pandemia, já foram hospitalizadas 102.283 pessoas infetadas com Covid-19 em França, 18.042 pacientes acabaram por ser internados nos cuidados intensivos e 69.979 regressaram a casa depois do diagnóstico.

França anunciou, esta quinta-feira, que vai modificar as tradicionais comemorações do Dia da Bastilha, no dia 14 de julho.

A habitual parada militar, nos Campos Elísios, será substituída por uma cerimónia de homenagem aos profissionais de saúde que estiveram na linha da frente no combate à pandemia de Covid-19. O tributo acontecerá na Praça da Concórdia, em Paris.

Nuno Mandeiro