Os Estados Unidos anunciaram esta quinta-feira uma ajuda de 100.000 dólares (cerca de 84.210 euros) para apoiar as vítimas das cheias de Timor-Leste, que causaram 42 mortos e milhares de desalojados.

O anúncio foi feito através da Agência Americana para o Desenvolvimento Internacional (USAID), organismo que vai fornecer esta ajuda financeira em “assistência imediata”.

A intensa tempestade desencadeou fortes chuvas, causando graves inundações e forçando evacuações generalizadas”, de acordo com um comunicado da agência.

A USAID pretende, com este financiamento, trabalhar com parceiros no terreno “a fim de fornecer urgentemente os fornecimentos de ajuda humanitária necessários para as pessoas mais vulneráveis afetadas pela intensa tempestade”.

No seguimento das cheias que assolaram a capital de Timor-Leste no domingo, cerca de 14 mil desalojados estão atualmente acolhidos em 40 locais.

Os dados mais recentes são de 2.315 famílias afetadas e mais de 14 mil desalojados”, disse à Lusa fonte da Proteção Civil, em Díli.

Estas cheias causaram pelo menos 42 mortos, afetando populações em vários municípios e causando danos a casas, empresas, escolas e outros locais públicos, estradas, pontes e outras infraestruturas.

/ MJC