Três homens foram detidos esta quarta-feira por suspeitas de comercialização de bebés através do Instagram no Irão. Segundo a CNN, uma criança com 20 dias e outra de dois meses foram encontradas pelas autoridades numa corrente de venda online.

O chefe da polícia de Teerãao, Hossein Rahimi, confirmou que um terceiro bebé foi identificado na corrente, mas ainda se encontra desaparecido.

A polícia iraniana foi alertada para o caso depois de ter sido avisada de um anúncio sobre a venda de bebés.

Segundo a CNN, as crianças estavam a ser vendidas por valores entre 8.400 e 10.400 euros. Os bebés chegaram à posse dos suspeitos depois de terem sido comprados às famílias de sangue por valores entre os mil e os dois mil euros.

Questionada pela CNN, um representante do Facebook, que é dono do Instagram, confirmou que a empresa está a investigar o caso.

Não permitimos conteúdos ou comportamentos que podem levar à exploração humana, o que inclui a venda de crianças e a adoção ilegal", acrescentou.

Os bebés foram entregues aos serviços sociais iranianos. 

António Guimarães