Duas mulheres foram resgatadas esta quarta-feira, depois de terem sido arrastadas para mar alto, onde passaram mais de 15 horas à deriva, durante um passeio de paddle, na costa da Irlanda. Acabaram por ser encontradas agarradas a uma boia de pesca de lagosta por dois pescadores, a 30 quilómetros de distância do último local onde tinham sido vistas.

As duas mulheres, de 17 e 23 anos, estão a ser tratadas no Hospital Universitário de Galway.

O alarme foi dado por volta das dez horas da noite de quarta-feira. As mulheres, que tinham tirado o dia para desfrutar de um passeio no mar, foram arrastadas pelo vento forte para o mar alto.

Centenas de voluntários varreram a costa em busca das mulheres, enquanto helicópteros e navios da guarda costeira passaram a noite em busca no mar, conta o jornal britânico The Guardian.

Foi Patrick Oliver, um pescador, e o seu filho que acabariam por descobrir as mulheres agarradas a uma bóia que marca a localização de um pote de pesca de lagosta, a quase 30 quilómetros do último sítio onde tinham sido avistadas.

Elas estavam bastante abaladas, mas muito agradecidas”, revelou Oliver à RTE. “Elas viram-nos. Trouxemo-las para o barco e levamo-las para uma ilha próxima, onde um helicóptero as veio buscar.”