Novos confrontos eclodiram hoje na Esplanada das Mesquitas, em Jerusalém Ocidental, entre manifestantes palestinianos e a polícia israelita, apesar do cessar-fogo iniciado esta madrugada para acabar com 11 dias de ataques entre Israel e palestinianos.

Hoje, os confrontos começaram depois da oração de sexta-feira, em que participaram “muitos palestinianos”, de acordo com os repórteres da AFP no local.

Os manifestantes lançaram “objetos” contra a polícia israelita que se encontrava na Esplanada das Mesquitas, o terceiro lugar mais sagrado do Islão.

Os confrontos em Jerusalém Ocidental ocorrem poucas horas após o acordo de cessar-fogo aos conflitos dos últimos 11 dias conseguido através de mediação do Egito.

Israel e o Hamas acordaram o fim de combates que causaram pelo menos 243 mortos do lado palestiniano, incluindo 66 crianças e numerosos combatentes do Hamas e da Jihad Islâmica, e 12 mortos em Israel, entre os quais duas crianças e um soldado.

 As hostilidades tinham começado em 10 de maio com disparos de ‘rockets’ do Hamas contra Israel em “solidariedade” com as centenas de palestinianos feridos em confrontos com a polícia israelita na Esplanada das Mesquitas, terceiro local santo do islão junto ao lugar mais sagrado do judaísmo, localizado em Jerusalém Oriental.

Após aqueles primeiros tiros de ‘rockets’, Israel lançou uma operação visando “reduzir” as capacidades militares do Hamas, multiplicando os ataques aéreos na Faixa de Gaza, território exíguo com dois milhões de habitantes, sob bloqueio israelita há quase 15 anos.

. / JGR