James Rodríguez não vai continuar no Bayern Munique e, com o futuro incerto no Real Madrid, a hipótese de se transferir para o Nápoles tem ganho força nos últimos dias.

A confirmação chegou esta quarta-feira pela voz do presidente De Laurentiis, que não se mostrou muito convencido com a necessidade da aquisição.

«James Rodríguez é um desejo de Ancelotti. Não tenho a certeza se precisamos dele, mas é um desejo do nosso treinador e é justo dar-lhe responsabilidade, se acha que pode ser útil ao nosso estilo de jogo», afirmou o dirigente napolitano, em declarações à rádio italiana «Kiss Kiss».

De Laurentiis elogiou ainda o internacional colombiano e deixou a porta aberta a outra contratação, caso a transferência do atacante sul-americano não chegue a bom porto.

«James é muito bom jogador e isso é inquestionável. Mesmo que seja caro, eu direi: ‘vamos em frente’ e, se não o conseguirmos contratar, falarei com Raiola para adquirir o passe de Lozano (avançado mexicano do PSV), porque não podemos comprar ambos», continuou o presidente dos «azzurri».

Sobre as necessidades para a defesa do conjunto napolitano, Kostas Manolas, central grego da Roma, tem também sido indicado como potencial reforço para o setor mais recuado do Nápoles, facto comentado também por De Laurentiis.

«Existem alguns problemas e temos de analisar a sua mentalidade porque é um jogador que cria alguns problemas. Temos de falar com ele e com a Roma para baixar a cláusula, porque o preço está demasiado alto», finalizou o líder máximo do Nápoles.