Santiago Calatrava, o arquiteto responsável pela Gare do Oriente em Lisboa, está a ser processado pela cidade de Veneza por causa da Ponte della Costituzione que atravessa o Grand Canal. 

De acordo com a CNN, o arquiteto espanhol foi multado em 78 mil euros porque a ponte - inaugurada em 2008 - tem falhas no projeto e obrigou a dispendiosas intervenções já depois da obra concluída.

A decisão, tomada a 9 de agosto por um tribunal italiano, considera que Calatrava foi "negligente" no processo de construção e cita outros projetos do arquiteto como prova de que este devia ter tido informação suficiente para construir uma ponte robusta e segura. 

O procurador do Tribunal de Contas de Veneza, Carmine Scarano, diz mesmo que “a quarta ponte sobre o Grande Canal constitui um dano permanente” para a cidade.

A Ponte della Costituzione, com 94 metros de comprimento, tinha como custo inicial sete milhões de euros, mas derrapou para os 11 milhões.