Bana Alabed, a menina síria que tem mostrado ao mundo o que está a acontecer em Alepo, recebeu livros de "Harry Potter" oferecidos pela própria autora. J.K. Rowling não ficou indiferente ao pedido da menina bastante partilhado no Twitter.

Tudo começou quando a mãe de Bana Alabed publicou um tweet em que afirmava ter visto pela primeira vez o filme "Harry Potter e a Pedra Filosofal" com os filhos e que gostava muito de poder ler os livros. A casa da família fica localizada no Leste de Aleppo, controlada por rebeldes e terroristas e é uma das áreas mais violentas da Síria.

Na conversa, que se prolongou ao longo de vários tweets entre Fatemah, J.K Rowling e o seu agente, Neil Bleir, tentaram procurar a melhor maneira de fazer chegar os livros a Bana. Finalmente, mandaram os livros por e-book e a menina gravou um vídeo para agradecer à autora.

"Minha amiga @jk_rowling como é que estás? Comecei a ler os teus livros. Muito obrigada. Eu gosto muito de ti”, afirmou Bana Alabed no video enquanto mostrava a capa do livro Harry Potter e a Pedra Filosofal.

Por sua vez, a escritora respondeu: “Eu também te amo, Bana. Os meus pensamentos estão contigo. Fica a salvo em Alepo", afirmou.