Pelo menos 12 pessoas morreram e mais de uma centena ficaram feridas num incêndio que ainda está activo em depósitos petrolíferos na cidade indiana de Jaipur, no oeste do país.

A edição electrónica do jornal «The Times of India» aponta que o número de vítimas deverá ainda subir, uma vez que as chamas continuam por controlar e atingem os 12 tanques das instalações.

O fogo ter-se-á iniciado, de acordo com as primeiras indicações, depois de uma válvula de um oleoduto ter falhado e se ter registado uma fuga num dos depósitos.

A primeira explosão que se registou foi tão violenta que há registo de vidros partidos a três quilómetros do local. O «The Times of India» realça que os sismógrafos registaram um abalo de magnitude 2.3 na escala de Richter.

A publicação aponta que no terminal estavam 40 trabalhadores e ainda não se sabe quantos é que poderão ter escapado do local, tomado agora pelas chamas.

As autoridades também já retiraram de uma estância que fica perto do local cerca de 300 turistas e foram evacuadas residências estudantis que se situam nas imediações.
Redação / HB