O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, passou a noite num hospital e recebeu alta esta terça-feira, depois de ter sofrido uma queda sem consequências graves na sua residência oficial, informaram fontes oficiais.

O chefe de Estado permaneceu cerca de oito horas no Hospital das Forças Armadas, “foi reavaliado pela equipa médica, tendo recebido alta hospitalar, com orientação de repouso no Palácio da Alvorada”, a sua residência oficial em Brasília, de acordo com uma nota difundida pela Secretaria de Comunicadação da Presidência brasileira.

Bolsonaro foi conduzido ao hospital depois de bater com a cabeça numa queda na casa de banho, de acordo com o ministro da Cidadania, Osmar Terra, citado pela portal eletrónico da Globo.

O Presidente foi submetido a uma tomografia ao crânio, que não detetou alterações, e passou a noite em observação.

Bolsonaro não tem em agenda qualquer atividade oficial durante o dia de hoje, e a Presidência havia já indicado que o Presidente havia reservado o dia para estar com a família.

Bolsonaro tem previsto viajar durante o próximo fim de semana para uma praia na Marina do Rio de Janeiro, onde passará os últimos dias do ano, e regressar a Brasília durantre a primeira semana de janeiro. Fontes oficiais consultadas pela agência espanhola Efe, não esclarecerem se esta agenda se mantem, esclarecendo que dependerá da opinião dos médicos.

Bolsonaro, com 64 anos, foi submetido há cerca de duas semanas a um procedimento dermatológico em que lhe foram retiradas algumas verrugas na cara e numa orelha. Foi-lhe ainda aplicada uma sessão de crioterapia em lesões no tórax e no antebraço provadas por excesso de exposição solar.

O chefe de Estado indicou na altura que os médicos investigaram um “possível cancro de pele”, mas os resultados da anatomia patológica descartaram a doença.

Bolsonaro foi já submetido a quatro cirurgias desde que em setembro de 2018 foi apunhalado no abdomem, durante a campanha eleitoral num evento em Minas Gerais.

/ BC - atualizada às 15:15