O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, tem um desempenho mau ou péssimo no Governo para 33% da população, segundo uma sondagem divulgada, esta segunda-feira, pelo Instituto Datafolha.

Esta é a pior avaliação para o primeiro semestre de um novo Presidente no Brasil desde Fernando Collor de Mello, em 1990, que aos seis meses de Governo tinha 20% de rejeição.

Embora tenha uma avaliação negativa superior aos seus antecessores, a sondagem revela que o Governo Bolsonaro é aprovado por 33% da população.

Outros 31% dos entrevistados avaliaram o Governo como regular e 2% não souberam responder.

Em relação à expetativa sobre o futuro, 51% dos brasileiros entrevistados disse esperar que Bolsonaro faça um Governo ótimo ou bom, 21%, regular, e outros 24%, péssimo.

Num levantamento realizado pelo Datafolha antes da tomada de posse, no dia 01 de janeiro, 65% dos brasileiros esperavam que Bolsonaro fizesse um Governo ótimo ou bom, outros 17% de regular e 12% ruim ou péssimo.

Na pesquisa também se perguntou se o novo Presidente brasileiro fez mais, menos ou o que era esperado dele pelo país no período de seis meses: 12% dos entrevistados acredita que Bolsonaro fez mais do que era esperado, 22% acreditam que ele fez o que era esperado e 61% disseram que o chefe de Estado brasileiro fez menos.

A sondagem Datafolha foi feita em 4 e 5 de julho e ouviu 2.860 pessoas com mais de 16 anos, em 130 cidades. A pesquisa tem uma margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.