A União Europeia aprovou esta quinta-feira a vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Janssen, subsidiária europeia da farmacêutica Johnson & Johnson. Esta é a quarta vacina aprovada pela União Europeia, depois dos produtos da Pfizer, Moderna e AstraZeneca.

Segundo a presidente da Comissão Europeia, as doses encomendadas permitem vacinar até 200 milhões de pessoas na União Europeia.

Esta autorização, salienta o órgão em comunicado, “segue uma recomendação científica positiva baseada numa avaliação exaustiva da segurança, eficácia e qualidade da vacina pela EMA e é aprovada pelos Estados-membros”.

A Comissão Europeia assegura ter verificado todos os elementos de apoio à autorização de introdução no mercado e consultado os Estados-membros antes de conceder a autorização de introdução no mercado.

Veja também: 

A vacina, contrariamente àquelas já com luz verde da União Europeia, é de toma única e necessita de uma menor capacidade de frio para ser transportada e armazenada. 

Está previsto que Portugal receba, ao longo do segundo trimestre, os primeiros 1,25 milhões de vacinas da Janssen que fazem parte de um lote de 4,5 milhões que o país deverá ter disponíveis ao longo deste ano.

Rafaela Laja