A Guarda Costeira Japonesa conseguiu resgatar um segundo sobrevivente do cargueiro que afundou a durante a semana nas águas do Oceano Pacífico perto de uma remota ilha japonesa com 43 membros da tripulação a bordo.

O sobrevivente é Jay-nel Rosals, um filipino de 30 anos de idade que foi avistado por um avião num bote salva-vidas a cerca de 2 quilómetros da pequena ilha de Kodakara (sudoeste do Japão), de acordo com notícias publicadas em jornais locais.

A Guarda Costeira encontrou outra jangada vazia a poucos quilómetros de distância.

O salvamento teve lugar durante os esforços de salvamento de sexta-feira, quando as autoridades marítimas japonesas encontraram outro membro da tripulação morto, cuja nacionalidade não foi pormenorizada.

A busca pelos restantes 40 membros da tripulação, composta por 39 filipinos, dois neozelandeses e dois australianos, foram entretanto suspensas.

Rosals é o terceiro tripulante encontrado no cargueiro Gulf Livestock 1, que se afundou na madrugada de quarta-feira, na sequência do tufão Maysak, que atingiu a área após soar um alarme quando estava a 185 quilómetros a oeste da Ilha Amami Oshima.

O outro sobrevivente, encontrado na quarta-feira, é outro marinheiro filipino, Sareno Edvarodo, 45 anos.

O Gulf Livestock 1, construído em 2012 e com 134 metros de comprimento, navegava sob uma bandeira do Panamá e tinha partido de Napier, Nova Zelândia, a 14 de Agosto. Transportava 5.800 cabeças de gado e deveria chegar ao porto chinês de Jintang na quinta-feira.

Outro ciclone ainda mais poderoso, o Haishen, deverá atingir o Japão no final do sábado com ventos de 290 km/h.

/ AG