«No fundo do meu coração, tenho a esperança de que não seja verdade»

«Fiquei com uma branca», disse o pai do refém japonês alegadamente decapitado pelo Estado Islâmico.