Um homem matou três pessoas e feriu outras quatro durante um tiroteio ocorrido na madrugada deste sábado na cidade norte-americana de Chicago. Identificado como Jason Nightengale, o suspeito acabou por ser abatido pelas autoridades, sendo a quarta vítima mortal da situação.

Segundo as autoridades, o assassino demonstrou um comportamento altamente errático, sem padrão, em atos que ocorreram ao longo de quatro horas em diferentes pontos da cidade.

Os inspetores tentaram determinar o motivo que levou o homem de 32 anos a cometer este atos, mas acabaram por considerar que o assassino escolheu as vítimas de forma aleatória.

Jason Nightengale acabou por ser morto a tiro pela polícia na zona norte da cidade cerca de quatro horas depois de ter feito a primeira vítima mortal, num ponto oposto de Chicago, a sul.

As vítimas mortais são a estudante chinesa Yiran Fan, que estava a tirar um curso na Universidade de Chicago, o jovem Anthony Faukner, de 20 anos e a segurança Aisha Nevell, que tinha 46 anos.

Ficaram ainda feridos um homem de 77 anos, uma mulher de 81 e uma jovem de 15, segundo as informações da polícia local. O quarto ferido é uma mulher que foi atingida com um tiro na zona do pescoço num subúrbio de Chicago.

As autoridades acabaram por não partilhar muitos detalhes sobre o homicida, mas confirmaram que Jason Nightengale utilizou a sua página de Facebook para partilhar vários vídeos perturbadores.

Segundo a agência Associated Press, um dos vídeos mostra o homem a segurar uma arma e a vociferar coisas impercetíveis enquanto conduzia.

Jason Nightengale já era conhecido da polícia, que tinha uma fotografia sua nos arquivos.

António Guimarães