Apesar de Donald Trump continuar a não aceitar a derrota, Joe Biden prepara-se para colocar em marcha um plano agressivo para controlar a pandemia covid-19 nos Estados Unidos.

O presidente eleito vai anunciar esta segunda-feira uma task force, naquele que é visto como um assumir de que a crise é pior do que se espera e que continuará a aumentar até que Biden chegue à casa branca em janeiro.

Na equipa que está a criar, Biden irá contar com médicos especialistas em saúde pública, o que reforça o seu compromisso com a saúde pelo menos no primeiro ano de mandato.

Este é o primeiro sinal de que Biden vai usar o período de transição de forma ativa para se preparar contra os desafios de saúde e económicos que o país tem pela frente.

No entanto, o descrédito dado por Trump à pandemia irá fazer com que, segundo os especialistas, quando a administração Biden-Harris tomar posse, o vírus já se tenha espalhado de forma desenfreada pelo país.


 

Andreia Miranda