O Papa emérito Bento XVI está “gravemente doente”, segundo informações do seu biógrafo oficial, Peter Seewald.

Seewald referiu que Joseph Ratzinger, de 93 anos, sofre de uma infeção viral no rosto, que se caracteriza por erupções faciais e episódios de dor intensa, e que o seu estado de saúde é “extremamente frágil”.

“A sua capacidade intelectual e a memória não foram afetadas, mas a sua voz é quase inaudível”, escreve o jornal.

Peter Seewald e Bento XVI encontraram-se no sábado, no Vaticano, onde lhe foi apresentada a sua biografia.

“Durante o encontro, o Papa emérito, apesar da doença, mostrou-se otimista e afirmou que, se as suas forças voltarem, ele poderia voltar a pegar na sua caneta”, acrescentou.

Em junho, Bento XVI visitou o irmão mais velho Georg, que estava doente, na Alemanha. Foi a sua primeira viagem para fora de Itália desde a sua inesperada renúncia em 2013.

Georg Ratzinger faleceu duas semanas depois. Os dois irmãos, que foram ordenados padres no mesmo dia, em junho de 1951, eram muito unidos. O biógrafo oficial diz que a saúde de Bento XVI piorou muito desde a morte do seu irmão.  

Lara Ferin