Fartos da confusão com a China em plena pandemia do novo coronavírus, Taiwan anunciou na quarta-feira que vai redesenhar o seu passaporte.

Taiwan reclamou que durante o surto os seus cidadãos tiveram problemas em entrar noutros países, já que a capa do passaporte tem as palavras “República da China”, escrito em letras grandes na parte superior em inglês.

O novo passaporte, que deve entrar em circulação em janeiro do próximo ano, remove as palavras em inglês, apesar de manter os caracteres chineses, e amplia a palavra “Taiwan” em inglês.

O ministro das Relações Exteriores de Taiwan, Joseph Wu, disse que os novos passaportes “são necessários” para evitar que os seus cidadãos sejam confundidos com cidadãos chineses, especialmente com a intensificação dos controles de entrada que muitos países impuseram devido à pandemia.

“Desde o início do surto em Wuhan, este ano, que o nosso povo espera que possamos dar mais destaque à visibilidade de Taiwan, evitando que as pessoas pensem erroneamente que são da China”, disse Wu aos jornalistas, citado pela Reuters.

Lara Ferin