Um adolescente de 15 anos foi condenado por uma série de ataques a jovens raparigas enquanto percorriam o caminho para a escola no sul de Londres.

O suspeito confessou vários crimes, incluindo ter esfaqueado, agredido e abusado sexualmente das suas vítimas na localidade de Croydon ao longo de 12 meses.

A Polícia Metropolitana disse que duas das vítimas, estudantes em escolas diferentes e sem aparente ligação entre si, foram esfaqueadas no braço e na perna com dois dias de diferença em novembro de 2020.

As autoridades afirmam que estes ataques estão relacionados com quatro outros incidentes na mesma área entre novembro de 2019 e outubro de 2020. Nestes casos, as vítimas foram agredidas e abusadas sexualmente enquanto se dirigiam para a escola.

O adolescente foi detido dentro da sua casa no sul de Londres na madrugada de 8 de novembro do ano passado.

Em tribunal, declarou-se culpado de dois crimes de lesão corporal grave,  quatro crimes de agressão sexual, um crime de agressão por penetração e um crime de agressão comum.

Nos ataques mais recentes, a polícia foi chamada após denúncia de agressões a uma adolescente perto da escola, pouco antes das 9:00 horas do dia 4 de novembro de 2020.

Quando os agentes chegaram ao local, perceberam que a vítima, de 15 anos, tinha sido abordada por um estranho e esfaqueada na perna.

A Sargento Sarah Barrett, que liderou a investigação, sublinha que as vítimas parecem ter sido escolhidas ao acaso.

Estes incidentes causaram uma preocupação considerável à comunidade local - todas as vítimas eram adolescentes e, aparentemente, escolhidas ao acaso”, afirmou em conferência de imprensa

Barrett sustentou que as vítimas estavam a caminho da escola quando foram “sujeitas a injustificáveis ataques”. “Estou agradecida a todas as vítimas por terem colaborado na investigação”, concluiu.