A Austrália anunciou esta segunda-feira que vai deportar a controversa colunista Katie Hopkins, muitas vezes ligada à extrema-direita. A comentadora britância admitiu ter violado as regras de confinamento do país, por causa da covid-19, o que motivou a decisão do Governo.

Katie Hopkins foi para Sydney para aparecer no reality show Big Brother VIP, mas acabou por gerar muita controvérsia com um vídeo publicado no Instagram, onde gozava com o facto de aparecer nua e sem máscara quando recebia refeições no quarto de hotel onde devia estar a fazer quarentena.

Atualmente, todas as pessoas que cheguem à Austrália devem cumprir uma quarentena de duas semanas, onde são obrigadas a colocar máscara e esperar 30 segundos para receber todas as refeições no quarto.

O vídeo de Katie Hopkins, que mais tarde foi removido, virou motivo de irritação nas redes sociais australianas.

Já depois disso, a ministra da Administração Interna da Austrália, Karen Andrews, ordenou uma revisão da concessão do visto a Katie Hopkins, acabando por mudar a decisão para uma deportação.

Todos os detentores de vistos devem seguir as direções de saúde emitidas pelas autoridades. Não vamos tolerar aqueles que não o façam", afirmou a governante.

António Guimarães