Kenydii Parker foi diagnosticada com espinha bífida e as probabilidades de que conseguisse caminhar eram escassas. Mas, aos 4 anos, Kenydii surpreendeu a família, os educadores e os colegas de infantário em Durham, na Carolina do Norte, ao dar os primeiros passos.

O momento foi registado em vídeo pela tia de Kenydii, que o partilhou no Facebook, e o entusiasmo da menina e dos colegas é bem visível.

"Sempre soubemos que ela era uma menina especial", afirmou o pai da menina Kenneth Parker, à ABC News, acrescentando que ficou surpreendido pelas mais de 100 mil partilhas do momento.

Os pais de Kenydii, Kenneth e Terry Parker, contaram ao jornal que quando souberam o dianóstico da sétima filha ficaram aterrorizados.

"Sentimos que o nosso mundo tinha sido destruído porque a maneira como os médicos descreveram a doença fizeram parecer o fim do mundo. Rezámos e mantivémo-nos fortes. Sabíamos que aquilo que esta criança tivesse de enfrentar, nós estaríamos com ela".

Desde que nasceu, Kenydii já foi operada cinco vezes: duas à cabeça e três às pernas. Mas, para a menina, a dificuldade maior era não conseguir andar como as outras crianças. Até agora.

"Ela começou a andar no corredor e eu levei-a para o recreio para que os colegas a pudessem aplaudir. Foi um dia em grande e tão bom de ver. Foi a primeira vez que ela andou e parecia que tinha feito aquilo a vida toda", contou a professora Katie McGonnell, acrescentando que, depois de conseguir andar, Kenydii pediu para subir escadas.

/ AM