O líder republicano na Câmara dos Representantes, Kevin McCarthy, admitiu em conversa privada, mas que está gravada, que Donald Trump pode ter recebido dinheiro da Federação Russa, noticia o Washington Post.

A gravação, que o Washington Post garante que ouviu e confirmou, é de 15 de junho de 2016, um mês antes de Trump ganhar a nomeação pelo Partido Republicano para disputar a eleição presidencial norte-americana.

No artigo, assinado por Adam Entous e disponibilizado no sítio do jornal na internet, McCarthy, eleito pelo Estado da Califórnia, é citado a dizer: “Há duas pessoas a quem eu penso que Putin pagou: Rohrabacher e Trump”

Rohrabacher é um republicano, também californiano, conhecido no Congresso por ser um fervoroso defensor do Presidente russo, Vladimir Putin, e da Federação Russa.

Trump acredita que investigação vai provar ausência de ligação à Rússia

O Presidente dos Estados Unidos afirmou na quarta-feira acreditar que a “investigação exaustiva”, supervisionada pelo ex-diretor da polícia federal (FBI) Robert Muller, irá provar a ausência de ligações entre a sua campanha e Moscovo.

“Como disse muitas vezes, uma investigação exaustiva confirmará o que já sabemos: não houve conluio entre a minha campanha e nenhum organismo estrangeiro”, disse Donald Trump, em comunicado.

O Departamento de Justiça norte-americano nomeou Muller para dirigir a investigação à alegada interferência da Rússia nas eleições presidenciais de 2016, incluindo alegadas ligações com a campanha de Trump.