O escritor norte-americano Larry McMurtry, que foi um dos autores do argumento do filme "O Segredo de Brokeback Mountain", morreu aos 84 anos, disse esta sexta-feira a sua agente.

Larry McMurtry faleceu na noite passada, 25 de março, de paragem cardíaca", disse à agência noticiosa France Press, Amanda Lundberg.

O escritor "estava acompanhado por quem vivia com ele, nomeadamente a sua parceira de escrita de longa data, Diana Ossana, a sua mulher Norma Faye e seus três cães", afirma Lundberg, em comunicado.

O seu filho, o cantor folk James McMurtry, e o seu neto também estiveram ao lado do escritor, que será sepultado no Texas, o seu Estado natal.

Larry McMurtry dividiu em 2006 com Diana Ossana o Oscar pelo argumento de "O Segredo da Montanha de Brokeback", adaptação de um conto de Annie Proulx, no qual o escritor revisitou o faroeste, o seu género favorito, sob o prisma de um caso de amor entre dois cowboys.

O tema seduziu o público tornou o filme, realizado por Ang Lee, um êxito nos cinemas.

Descrito como "o Flaubert das grandes planícies" por um de seus editores, Larry McMurtry escreveu cerca de trinta romances, incluindo seu sucesso "Pomba Solitária", e mais de quarenta argumentos.

Os temas do cowboy e da América rural ainda estavam no seu romance "A Última Sessão", que McMurtry adaptou para o filme de mesmo nome, realizado por Peter Bogdanovich em 1971 e que já lhe valeu uma nomeação aos Óscares.

O seu romance "Tendres Passions", foi também adaptado ao cinema, com o título homónimo, “Laços de Ternura”, e com as interpretações dos atores Shirley MacLaine, Jack Nicholson e Debra Winger, entre outros e que recebeu o Oscar do Melhor Filme em 1984 e valeu a MacLaine o Óscar de Melhor Atriz.

Apaixonado por livros, o escritor abriu no final da década de 1980 uma das maiores livrarias independentes dos Estados Unidos, na pequena cidade texana de Archer City, onde nasceu.

/ RL