Tem apenas nove anos, mas está quase a completar um curso universitário. Laurent Simons, de dupla nacionalidade, belga e holandesa, é um pequeno prodígio. Os professores descrevem-no como um aluno “extraordinário”.

Laurent tem um QI de 145 e estuda engenharia elétrica na Universidade de Tecnologia de Eindhoven, na Holanda.

Com apenas nove anos, deverá acabar este curso em dezembro e tornar-se no aluno mais jovem de sempre a obter um diploma universitário.  Depois, pretende fazer um doutoramento em engenharia elétrica e estudar também medicina.

Filho dos médicos Lydia e Alexander Simons, os professores de Laurent cedo começaram a perceber que o menino tinha algo de especial. E foram-lhe dando vários testes para perceber a extensão das suas capacidades. Concluíram que o rapaz aprende de forma muito, muito rápida.

Eles [os professores] disseram-nos que o Laurent é como uma esponja”, contou o pai, Alexander à CNN.

Por isso, a Universidade de Tecnologia de Eindhoven deixou que Laurent completasse o curso de engenharia elétrica mais rapidamente do que os seus colegas.

O diretor do curso, Sjoerd Hulshof, afirmou que Laurent é “simplesmente extraordinário”.

Nunca tivemos um aluno que aprendesse tão rapidamente. Ele é super inteligente, mas também um rapaz muito simpático”, vincou à CNN.

O seu percurso como aluno não tem passado despercebido a universidades de grande prestígio em todo mundo.

Mas, apesar de Laurent aprender tudo muito rapidamente, os pais querem que o rapaz aproveite também a sua infância.

Não queremos que ele seja muito sério. Ele faz o que quer. É preciso encontrar um equilíbrio entre ser uma criança e pôr em prática os seus talentos”, revelou o pai.