Para Israa Seblani esta terça-feira devia ter sido, como para qualquer noiva, o dia mais feliz da sua vida. Mas, quando tudo parecia perfeito, em poucos segundos, o dia dos seus sonhos foi reduzido a escombros.

Um vídeo mostra o exato momento em que a noiva posava para as fotografias do seu casamento, quando a violenta explosão varreu o local.

Estava a preparar-me para o grande dia há duas semanas. Estava tão feliz, como qualquer mulher. Vou casar-me, os meus pais vão ficar felizes ao ver-me num vestido branco, vou parecer uma princesa... Não há palavras para descrever o que se passou. Sinto-me tão triste. Estava em choque, a questionar-me o que conteceu? Vou morrer? Como é que vou morrer?", desabafou.

Israa, o noivo e o fotógrafo escaparam ilesos à explosão que matou mais de cem pessoas, feriu milhares e deixou a cidade de Beirute praticamente em ruínas.

Esta quarta-feira, o casal voltou ao local da sessão fotográfica, já oficialmente como marido e mulher, para celebrar o facto de terem sobrevivido. "Um milagre", afirmou, tendo em conta o grau de devastação causado pelo incidente.

Depois disso, o meu marido disse-me que tínhamos de continuar, não podíamos ficar, não podemos parar, não podemos. Temos de continuar. E eu pensei ,porque não? Sim, vamos continuar."

Um novo balanço feito esta quarta-feira indica que a explosão fez pelo menos 135 mortos e cerca de 5.000 feridos.

Imagens de satélite mostram bem o antes e o depois do forte impacto, que foi sentido a uma distância de 240 quilómetros. 

Paula Gonçalves Martins / SS