O primeiro-ministro libanês, Hassan Diab, vai entregar ao presidente Michel Aoun a demissão do Governo, ainda esta segunda-feira, disse o ministro da Saúde do Líbano, Hamad Hassan.

Falando aos jornalistas após uma reunião do executivo, Hamad Hassan disse que todos os membros do governo apresentaram a demissão.

Hamad Hassan acrescentou que Diab vai dirigir-se ao Palácio Presidencial para “entregar a resignação, em nome de todos os ministros”.

A demissão do executivo está relacionada com as explosões no passado dia 4 no porto de Beirute, que provocaram pelo menos 158 mortos e cerca de 6.000 feridos, e ainda na sequência das acusações de corrupção que levaram a uma crise económica sem precedentes e também à má gestão da pandemia de Covid-19.

/ RL