A China decidiu não renovar o visto da correspondente da televisão Al -jazeera, Melissa Chan. Em resposta, a cadeia de televisão árabe fechou a delegação no país asiático.

Esta é a primeira expulsão de um jornalista estrangeiro do país desde 1998.

O Clube dos Correspondentes Estrangeiros na China, confirma que a expulsão de Chan da China tem a ver com uma reportagem que não foi bem vista pelas autoridades chinesas.

Melissa Chan tem nacionalidade americana, mas estava a trabalhar na China desde 2007. Tem um perfil do Twitter seguido por 14 mil pessoas

Com o receio de uma «primavera árabe» no país, a China aumentou as restrições aos jornalistas estrangeiros no último ano, denuncia a organizção de jornalistas, apurou o «Globo».