Um homem diz ter ficado “espantado” depois de receber uma multa de 90 libras num estacionamento destinado à despistagem de testes Covid-19.

Segundo a BBC, tudo aconteceu no norte de Londres, no dia 7 de julho quando Geoff Pugh, de 52 anos, se dirigiu, com a sua mulher e os dois filhos, ao local combinado para fazer o teste, no parque de estacionamento do centro comercial Edmonton Green.

O homem contou que permaneceram no local apenas 23 minutos e que “nem saíram do carro”.

“No início pensei que se tratava de uma simples multa. Estava prestes a pagá-la, mas quando me apercebi do que se travava, fiquei pasmado”, disse Pugh.

“Acho completamente ridículo multar alguém nestas circunstâncias, de alguém que está a cuidar da sua saúde, da saúde da família, vizinhos e colegas de trabalho”, acrescentou.

O homem referiu ainda que seguiu todos os conselhos da equipa de testes que o orientou para onde tinha de se dirigir.

Os dados do veículo foram registados por uma câmera, que usou o reconhecimento da matrícula, assim que o carro entrou no estacionamento. Depois, quando saiu sem um bilhete, a multa foi acionada automaticamente.

Um porta-voz da empresa que gere o parque de estacionamento já disse que, qualquer multa passada “incorretamente” será cancelada.

Lara Ferin