Um passageiro sob influência de droga saltou para fora de um avião comercial em movimento em Los Angeles, nos Estados Unidos e agora pode enfrentar até 20 anos de prisão.

Luis Antonio Victoria Dominguez, de La Paz, no México, partiu a perna na sexta-feira quando abriu a saída de emergência do avião e saltou para a pista do Aeroporto Internacional de Los Angeles, de acordo com as autoridades.

O homem, de 33 anos, foi submetido a uma cirurgia e detem de comparecer em tribunal esta semana sob a acusação de interferência com a tripulação de voo, um crime que pode resultar em 20 anos de prisão se for condenado.

Uma queixa criminal divulgada na segunda-feira deu novos detalhes sobre o incidente e a vida de Victoria Dominguez nos dias anteriores.

Dominguez chegou a Los Angeles no dia 22 de junho vindo de Cabo San Lucas, no México, diz a denúncia. O objetivo era chegar a Salt Lake City, mas Dominguez não encontrou um voo de ligação, o que fez com que passasse a noite dentro de um hotel no centro de Los Angeles.

Já no hotel, o arguido terá comprado álcool e metanfetaminas. 

Na sexta-feira, Dominguez embarcou no voo 5365 da United Airlines, operado pela SkyWest Airlines, para Salt Lake City. Quando se sentou, começou a agir erraticamente, diz a denúncia.
 

Após isso, segundo testemunha um comissário de bordo, o suspeito bateu na porta trancada do cockpit e tentou abri-la. Quando não conseguiu, abriu a porta de saída de emergência e o escorregador de emergência foi acionado.
 

O passageiro escapou e saltou da aeronave, falhando o escorregador de emergência e aterrando na pista, onde partiu a perna direita. Estava a tentar rastejar para longe do avião quando foi preso.

Redação / HCL