Num período onde reina a "cultura do cancelamento", nem Chris Pratt resistiu ao boicote dos internautas. A estrela do filme da Marvel "Guardiões da Galáxia" está a ser evocada pelas piores razões e, desta vez, a equipa maravilha não o pode ajudar. 

Tudo começou com uma fotografia divulgada no Instagram, onde se encontrava Pratt e a mulher, Katherine Schwarzenegger, a olhá-lo com uma expressão enternecedora. Aquilo que aparentava ser uma espontânea declaração de amor nas redes sociais, rapidamente se tornou alvo de críticas. 

Pessoal. A sério. Vejam como ela olha para mim! Quero dizer. Encontrem alguém que olhe para vocês desta forma!! Percebem?", escreveu o ator norte-americano. "Conhecemo-nos na igreja. Deu-me uma vida incrível, uma filha linda e saudável, ela mastiga tão alto que às vezes ponho os meus auriculares para abafar o som, mas isso é amor!"

 

Recorde-se que Chris Pratt teve o primeiro filho, Jack, no casamento de oito anos com a atriz Anna Faris, que terminou em 2018. As complicações durante o parto não foram segredo para os seguidores do ex-casal, que agora acusam o ator de menosprezar a criança de 9 anos.

Para quê mencionar que ela te deu uma filha saudável? Estás frustrado porque o teu filho nasceu prematuro e tem problemas de saúde? É uma declaração tão passivo-agressiva", comentou um utilizador do Twitter. 

Chris Pratt, de 41 anos, e Katherine Schwarzenegger, de 31, deram o nó em junho de 2019. No ano seguinte nasceu Lyla Marie, fruto da união dos dois. 

Ela ajuda-me com tudo. Em troca, de vez em quando, abro um jarro de pickles", diz o ator sobre a mulher, no Instagram. "O coração dela é puro e pertence-me. É o meu maior tesouro ao lado do meu cartão do Ken Griffey Jr Upper Deck Rookie, sabem que isso diz muito". 

Muitos não ficaram indiferentes a esta parte do texto, que consideraram ser "sexista" e que colocava a autora num papel inferior e objetificado, sobretudo quando remata:

É o aniversário dela daqui a seis semanas. Por isso, se não lhe der nada, digo-lhe para olhar para esta publicação. Amo-te querida"

Senhor, porque é que se orgulha de não fazer absolutamente nada pela sua mulher e critica, não apenas ela mas também o seu filho???", atirou outro seguidor. 

Apesar das fortes críticas, a publicação recebeu mais de 2,1 milhões de "likes" e o apoio da mãe de Katherine, Maria Shriver, Billy Bush, Jason Kennedy, Terry Crews e a ex-congressista Tulsi Gabbard, entre outras figuras conhecidas. Já a mulher de Pratt manifestou a sua aprovação nos comentários e fez a partilha no seu perfil. 

Sofia Marvão