“Neste momento não há qualquer prova que indique que a criança é Madeleine McCann… sugerir isso, agora, seria apenas uma especulação para chamar à atenção”, disse Grant Stevens, comissário da polícia estadual que, no entanto, acrescentou que “até haver confirmação da identidade da criança é preciso estar aberto a todas as possibilidades”.