Cerca de três mil estudantes e professores concentraram-se esta quinta-feira, ao início da tarde, no centro de Atenas para protestar contra a morte de um adolescente pela polícia a 06 de Dezembro.

Um primeiro grupo de manifestantes reuniu-se na praça Omnia, no centro da capital grega, em resposta a um apelo do Partido Comunista Grego (KKE), antes de desfilar sem incidentes até ao parlamento, palco de protestos quase diários de jovens desde a morte de Alexis Grigoropoulos, 15 anos, em Atenas.

Um segundo grupo concentrou-se após um apelo dos sindicatos dos professores, de associações de estudantes do ensino secundários e organizações de esquerda, defronte da universidade de Atenas e deverá marchar até ao parlamento, a um quilómetro de distância, na presença de importantes efectivos policiais.

«O luto não é suficiente, a luta continua», «É preciso punir de modo exemplar os culpados», «Estado assassino» podia ler-se nas faixas levadas pelos manifestantes.

O centro de Atenas estava fechado devido a estas manifestações.

Cerca de 300 pessoas também se manifestaram ao início da tarde em Salónica, grande cidade do norte da Grécia.
Redação / - LM