A Coreia do Sul anunciou neste domingo a realização de manobras militares conjuntas no seu território com a marinha dos Estados Unidos para testar a sua capacidade para fazer face às ameaças do regime norte-coreano.

O início dos exercícios conjuntos foi anunciado para a primeira semana de abril. Durante o próximo mês, os militares destacados nas ilhas fronteiriças do Mar Amarelo vão levar a cabo exercícios aéreos e navais em diferentes localizações.

O anúncio de Seul chega depois de, no sábado, a Coreia do Norte ter declarado que tinha entrado em «estado de guerra» com o Sul intensificando a escala de tensão entre os dois países.

O complexo industrial conjunto das duas Coreias, na cidade de Kaesong, continuava entretanto a operar dentro da normalidade neste domingo, apesar de Pyongyang ter ameaçado desligá-lo, disse um responsável de Seul.

«Não houve nenhum problema até agora nas operações do complexo de Kaesong», disse à AFP o porta-voz do Ministério da Unificação, sem fornecer detalhes, como escreve a agência Lusa.

Localizado a 10 quilómetros da fronteira, no interior Coreia do Norte, o Parque Industrial de Kaesong foi construído pela Coreia do Sul em 2004, como símbolo da cooperação transfronteiriça.
Redação