quatro suspeitos de terem ajudado logisticamente o autor do sequestro do supermercado e de ter matado cinco pessoas (incluindo uma agente da polícia) terem sido detidos