Investigadores australianos alertam para a existência de cobras marinhas venenosas que podem atacar mergulhadores durante a temporada de acasalamento, mais frequente no inverno.

O animal, altamente venenoso, pode atacar humanos, com agressividade, depois de os confundir com parceiros sexuais da mesma espécie.

Os investigadores de três universidades australianas, que trabalham no sul da Grande Barreira de Corais, descobriram que as cobras marinhas de Olive se aproximam repetidamente dos mergulhadores, atacando os reflexos da câmara e realizando movimentos rápidos.

À primeira vista, a ideia de que uma cobra pode confundir um mergulhador humano com outra cobra parece ridícula, dada a enorme disparidade de tamanho e forma entre esses dois objetos. No entanto, isso oferece a explicação mais plausível para as nossas observações.”

Mesmo assim, os cientistas alertam que "a mordida é invulgar, a não ser que o animal se sinta ameaçado ou esteja ferido".

Os investigadores deixam ainda o alerta aos mergulhadores para que se mantenham calmos, permitindo que as cobras os examinem.

Outras espécies marinhas, como golfinhos machos, leões marinhos e tartarugas marinhas, são conhecidas por atacar humanos com o mesmo propósito.

 

Redação / IM