A candidata da extrema-direita francesa Marine Le Pen afirmou hoje que se for eleita presidente da França a União Europeia (UE) "vai morrer", porque "as pessoas já não a querem".

As afirmações da candidata presidencial foram feitas num comício em Lille, no norte do país, enquanto a dois quilómetros do local cerca de 500 manifestantes protestavam contra a presença de Le Pen na cidade.

Marine Le Pen disse, citada pela agência Efe, que se ganhar as presidenciais, o país terá três grandes acontecimentos: a morte da UE, o fim da "globalização selvagem" e o "desmascaramento do multiculturalismo".