O secretário de Estado para as Relações Externas do governo britânico, eleito pelo Partido Conservador, foi suspenso de funções esta sexta-feira depois de ter sido filmado a agarrar pelo pescoço uma mulher, ativista ambiental, de forma violenta. O comportamento de Mark Field, com o objetivo de expulsar a mulher da sala, aconteceu durante um evento, em Londres.

O incidente, que aconteceu esta quinta-feira, levou o político a fazer um pedido de desculpas, afirmando ter “reagido instintivamente”. Conta a ITV News, afiliada da CNN, que o homem atuou daquela forma depois de os convidados terem demonstrado sentir-se ameaçados pela presença da mulher que, ao que tudo indica, agia pacificamente e desarmada.

Não havia seguranças presentes e eu fiquei por uma fração de segundo preocupado que ela estivesse armada”, afirmou o secretário de Estado, que é membro do Parlamento das Cidades de Londres e Westminster, em comunicado.

Como resultado disso, eu agarrei a intrusa firmemente de forma a retirá-la da sala o mais rapidamente possível. Lamento profundamente este episódio e peço desculpas, sem reservas, à senhora por agarrá-la, mas na conjuntura atual eu senti a necessidade de agir rapidamente para acabar com a ameaça à segurança dos presentes”, justificou o político britânico.

O deputado do Partido Conservador estava num evento em Mansion House, a residência oficial do Lord Mayor da cidade de Londres, Inglaterra, na passada quinta-feira, onde o chancelor Philip Hammond discursava. Nesse momento, um grupo de ativistas da Greenpeace do Reino Unido, vestidas de encarnado e com faixas onde podia ler-se “emergência ambiental”, interrompeu o momento.

Como se pode ver no vídeo partilhado no Twitter, foi no momento em que uma das mulheres passa junto ao lugar onde Mark estava sentado que este se levanta, a agarra firmemente pelo pescoço e a empurra para a saída, depois de a empurrar contra um pilar.

O porta-voz da polícia de Londres afirmou que foram chamados para o local depois de os manifestantes se recusarem a abondonar.

Os agentes chegaram para ajudar a retirá-los. Uma vez na presença da polícia, os ativistas cooperaram e deixaram as instalações”, contou o porta-voz. “Não houve detenções”.

Rapidamente, espalharam-se nas redes sociais as opiniões acerca da atitude do politico.

Do lado a oposição, os deputados foram rápidos em pedir a demissão de Mark Field depois de o vídeo se ter tornado viral.

Isto é horrível”, publicou no Twitter Dawn Butler, do Partido Trabalhista. “O secretário de Estado para as Relações Externas do Partido Conservador agarrou violentamente uma mulher enquanto esta protestava contra as alterações climáticas no banquete dos banqueiros”.

Butler acrescentou ainda que parecia que Mark Field tinha cometido “abuso” e por isso “devia ser imediatamente suspenso ou demitido”.