Pelo menos 12 pessoas morreram hoje e 31 foram resgatadas com vida de uma embarcação que estava a ser procurada há vários dias e que foi localizada pelo navio Hespérides no mar de Alborán, no sul de Espanha.

Há ainda doze desaparecidos.

Um porta-voz do salvamento marítimo espanhol disse à agência de notícias EFE que a embarcação tinha saído durante a madrugada de terça-feira da zona de Marrocos.

O navio Hespérides, que partiu na quarta-feira da sua base, no porto de Cartagena, para participar na campanha antártica espanhola, localizou e comunicou a sua posição ao Salvamento Marítimo, que mobilizou para as buscas o barco Salvamar Spica.

Os sobreviventes e os cadáveres dos imigrantes mortos durante a travessia foram trasladados para o porto de Almeria, onde chegaram cerca das 06:00 de hoje (05:00 hora de Lisboa).

Algumas fontes locais disseram à EFE que estão a ser feitas outras buscas para encontrar mais três embarcações em Alborán.

/ AM