O ministro da saúde do Reino Unido, Matt Hancock, apresentou este sábado a demissão numa carta endereçada ao primeiro-ministro britânico, Boris Johnson.

Na sexta-feira, Hancock pediu desculpas por ter “desrespeitado as regras de distanciamento social” durante uma relação adúltera com uma assessora, mas recusou demitir-se. 

Admito ter violado as regras de distanciamento social nestas circunstâncias. Desiludi as pessoas e peço desculpa”, disse, num comunicado, citado pela imprensa britânica.

Agora, na carta ao primeiro-ministro, Hancock diz que o Governo "deve honestidade às pessoas, que tanto sacrificaram nesta pandemia, quando as desiludimos".

O tabloide The Sun noticiou que Matt Hancock, casado e com três filhos, tem um caso amoroso com uma assessora e publicou fotografias dos dois a beijarem-se no escritório do ministro em maio, numa altura em que os abraços entre pessoas de agregados familiares diferentes eram proibidos. 

O recrutamento para o ministério da Saúde de Gina Coladangelo, que Matt Hancock terá conhecido na faculdade e que atualmente dirige as comunicações de uma rede de lojas fundada pelo marido, também está a levantar dúvidas.

Ex-ministro das Finanças assume pasta da Saúde britânica

O ex-ministro britânico das Finanças e Interior Sajid Javid vai assumir a pasta da Saúde após a demissão de Matt Hancock, por incumprimento de regras de distância física durante a pandemia de covid-19, foi hoje divulgado.

Downing Street revelou que Sajid Javid, de 51 anos, é o sucessor de Matt Hancock, que anunciou hoje a sua demissão do cargo de ministro da Saúde, na sequência da divulgação na sexta-feira de fotografias que revelaram o seu incumprimento de regras de distância física.

Sajid Javid assume o cargo num momento em que se regista um aumento de casos de covid-19 no Reino Unido, devido à disseminação da variante Delta, considerada mais transmissível e que já é prevalente naquele país.

O gabinete do primeiro-ministro Boris Johnson divulgou que a rainha Isabel II ficou “satisfeita” em aprovar a nomeação de Sajid Javid, que desempenhou as funções de ministro das Finanças do Reino Unido entre julho de 2019 e fevereiro de 2020.

Javid foi ainda ministro do Interior, entre 2018 e 2019, da Habitação, Comunidades e Governos Locais, entre 2016 e 2018, dos Negócios e Inovação, entre 2015 e 2016 e ainda da Cultura, Desporto e Media, entre 2014 e 2015.

O novo responsável pela pasta da saúde terá em mãos o programa de vacinação britânico, que já imunizou mais de 32 milhões de pessoas contra a covid-19 (61,2% da população).

Rafaela Laja