A península de Calcídica, no norte da Grécia, foi atingida na noite de quarta-feira por uma forte tempestade de chuva e granizo, acompanhada de ventos fortes, que matou pelo menos seis turistas que se encontravam de férias, entre os quais duas crianças, confirmou a proteção civil grega. Há também registo de dezenas de feridos.

As vítimas mortais são de nacionalidade russa, checa e romena.

Este temporal arrancou árvores, telhados, corrimãos de varandas e outras infraestruturas, além de destruir carros. 

Nas redes sociais são já vários os vídeos partilhados do mau tempo repentino.

Num hotel na estância balnear de Cassandra, a cerca de 70 quilómetros de Salónica, a queda de uma árvore causou a morte de um homem, de nacionalidade russa, de 39 anos, e do seu filho de dois anos. Em Nea Plagia, um romeno de 54 anos e uma criança de 8 foram atingidos pela queda do telhado de um restaurante, incidente que causou, ainda, vários feridos que tiveram de receber tratamento hospitalar.

Em Nea Propontida, um casal da República Checa morreu quando a sua caravana foi tombada por fortes rajadas de vento. Na viatura encontrava-se, também, o filho e neto do casal, que conseguiram salvar-se.

As autoridades procuram, ainda, um pescador, que foi dado como desaparecido.

Em Calcídica foi declarado o estado de emergência e o ministro da Proteção Civil, Michalis Chryssohoidis, deslocou-se ao local para assistir às operações dos bombeiros.

A Grécia, afetada nos últimos dois dias por altas temperaturas, que chegaram aos 37 graus, foi atingida na noite de quarta-feira por violentas tempestades de granizo, acompanhadas por rajadas fortes de vento, especialmente no norte do país.