“Há tempos que isto não sucedia. Provavelmente deve-se ao encerramento da fronteira com Espanha, o que os obrigou a procurar novas rotas. Os marroquinos são todos expatriados já que temos um bom acordo de readmissão com o país”, indicaram as mesmas fontes ao jornal.


Redação / AM