Uma frase obscena escrita na conta oficial do Twitter do presidente russo chocou o país, em vésperas de eleições. Aparentemente, a conta de Twitter de Dmitry Medvedev terá sido alvo de hackers e alguém escreveu, em nome do presidente, um grave ofensa aos opositores políticos.

«Tornou-se claro que se alguém escreve a expressão "partido de ladrões e vigaristas" no seu blogue, é burro e foi obrigado a sexo oral», numa tradução suave do que foi escrito.

De acordo com a imprensa internacional, a frase ofensiva só esteve online durante alguns minutos, mas foi suficiente para muita gente ter retwitado e feito print screen da página. O Kremlin apressou-se a desmentir que a autoria da frase seja de Dmitry Medvedev e esclareceu que se tratou de um «técnico não identificado» que violou a conta do presidente.

A frase «partido de ladrões e vigaristas» foi usada pelo blogger Alexei Navalny, para se referir ao partido Rússia Unida, dirigido por Medvedev. Alexei Navalny foi condenado a 15 dias de cadeia, na última terça-feira, por protestos anti-Putin.