O príncipe Harry e Meghan Markle querem que a sua primeira filha, Lilibet, seja batizada na presença da rainha Isabel II, em Windsor.

Segundo os meios de comunicação britânicos, o neto da rainha terá feito passar a intenção durante a última visita ao Reino Unido, na qual homenageou os 60 anos do nascimento da mãe, a princesa Diana.

O Harry disse a várias pessoas que quer que a filha Lili seja batizada em Windsor, tal como o seu irmão", referiu uma fonte citada pelo Daily Mail.

A mesma fonte disse ainda que o casal está disposto a que as circunstâncias permitam a realização da cerimónia, numa referência às restrições ainda em prática por causa da covid-19.

Caso o batismo se realize mesmo no Reino Unido, esta será a primeira viagem de Meghan Markle ao país desde que o casal se mudou para os Estados Unidos.

Recorde-se que os duques de Sussex têm estado envolvidos em várias polémicas com a Casa Real britânica. Entre os episódios mais marcantes está uma entrevista do casal a Oprah Winfrey, na qual Harry e Meghan acusam vários membros, mas não a rainha, de comportamentos e atitudes racistas.

António Guimarães