Harry chegou, nesta terça-feira, ao Canadá, onde se vai juntar à mulher, Meghan, e ao filho, Archie, na nova vida longe da realeza britânica.

O duque de Sussex viajou num voo comercial, operado pela British Airways, que aterrou no Aeroporto Internacional de Vancouver, nesta manhã.

Apesar da aparente normalidade da viagem, tinha à sua espera, junto ao avião, um carro particular com motorista.

O príncipe partiu de Londres, depois de participar numa cimeira de negócios Reino Unido-África e de reunir-se, brevemente, com o primeiro-ministro Boris Johnson.

Esta não é a primeira vez que o neto de Isabel II viaja em voos comerciais, embora já tenha defendido o uso de jatos privados em determinadas situações.

A partir de março, Harry e Meghan deixarão de representar oficialmente a coroa britânica e de receber dinheiros públicos pelos seus deveres reais. Também deixarão de usar os títulos de "sua alteza real". O casal decidiu também devolver 2,4 milhões de libras (cerca de 2,8 milhões de euros) pelas obras efetuadas na sua casa, a Frogmore Cottage, no Castelo de Windsor, pela qual vão passar a pagar renda.

Harry e Meghan vão viver entre o Reino Unido e o Canadá, onde Meghan morou quando trabalhava como atriz.

/ RL