Uma menina de doze anos foi encontrada a jogar póquer com os pais num casino em Sydney, na Austrália, revelou este sábado a autoridade reguladora do país.

Segundo um comunicado divulgado este sábado pelo regulador estatal, o Star Casino - um dos maiores do país - foi multado em 54.465 euros na sequência do caso, que não foi a primeira vez em que menores foram apanhados a jogar e a beber no estabelecimento.

Imagens de videovigilância mostram os pré-adolescentes a entrarem com a mãe, que deixou uma porta exterior aberta para evitar os seguranças. A menina de doze anos é vista, depois, a jogar póquer, juntamente com os dois pais durante 17 minutos.

 

 

É impressionante que os pais da jovem tenham facilitado a sua entrada de maneira tão enganosa e permitido que sua filha jogasse”, disse a entidade reguladora.

David Byrne, diretor de investigações da entidade reguladora disse à comunicação social australiana que a entrada de menores no estabelecimento é “um risco óbvio” que o casino “não conseguiu lidar”.

Ademais, Byrne garantiu que existiram inúmeras oportunidades para os funcionários repararem na idade da jovem a jogar nas máquinas”.

O mesmo casino foi alvo de críticas pelas mesmas razões quando uma rapariga de 16 anos entrou no estabelecimento pela área VIP com um homem de meia idade. Durante o tempo em que esteve no sítio reservado para maiores de 21 anos não lhe foi perguntada a idade e chegou a ser-lhe servido álcool no bar do casino.

Todos os incidentes foram reportados ao regulador pelo próprio casino e ocorreram entre março e julho do ano passado. Em 2019, pelo menos 32 menores tiveram acesso a áreas restritas do casino. O regulador indica no comunicado que, em todos estes casos, existiram várias oportunidades para remover os menores do local.