A polícia mexicana encontrou 49 corpos decapitados na estrada que liga a cidade de Monterrey, no norte do país, à fronteira norte-americana. É a terceira descoberta de cadáveres só no mês de Maio, num total de 90 mortes, que as autoridades suspeitam de ser o resultado da luta entre cartéis de droga.

Os 43 homens e seis mulheres, encontrados no domingo, estavam decapitados e as mãos também tinham sido cortadas para impedir a identificação. Junto aos corpos estava um bilhete a responsabilizar «Los Zetas», cartel que tem lutado pelo controlo das rotas do narcotráfico para os Estados Unidos com os rivais «Gulf» e «Sinaloa».

O Governo mexicano já condenou esta matança, assegurando que os crimes «não ficarão impunes».