O sogro e um cunhado do narcotraficante Joaquín “El Chapo” Guzmán foram condenados, na sexta-feira, a uma pena de dez anos de prisão por tráfico de droga, informou a procuradoria-geral da República do México.

O sogro de “El Chapo”, Coronel Barreras, de 48 anos, foi condenado a dez anos, cinco meses e nove dias de cadeia por crimes relacionados com o narcotráfico e porte de armas de fogo de uso reservado às Forças Armadas; enquanto o cunhado Omar Coronel, de 28 anos, foi sentenciado a dez anos e três meses pelos mesmos delitos, segundo indicou, em comunicado, a procuradoria.

“El Chapo” foi extraditado para os Estados Unidos em 19 de janeiro, o último dia da Administração do Presidente Barack Obama.

/ PP