A polícia mexicana deteve um homem que terá confessado o assassínio de 30 mulheres ao longo de duas décadas e até há cerca de uma semana.

Andrés, 72 anos, foi detido nos arredores da Cidade do México.

A polícia encontrou na casa do suspeito o corpo desmembrado de uma mulher de 34 anos, que tinha desaparecido há mais de uma semana.

Nas buscas subsequentes à residência do detido, foram encontrados ossos humanos e objetos pertencentes a outras mulheres desaparecidas.

Redação / CM