O número de devoluções de migrantes que entraram ilegalmente em Ceuta, Espanha, ascende já a 7.500 pessoas, segundo os dados fornecidos pelas autoridades espanholas neste domingo.

O número aumentou em 500 pessoas durante as últimas 24 horas, devido também aos regressos voluntários.

Mais de 8.000 marroquinos conseguiram entrar em Ceuta nos primeiros dias da semana passada, entre os quais 800 menores.

Juntamente com os que são obrigados a regressar, na fronteira apresentaram-se dezenas de jovens que entraram irregularmente e optaram por regressar de forma voluntária ao seu país.

Veja também: 

. / CM